image

História


A Escola Técnica e Profissional de Mafra foi fundada no ano letivo de 2006/2007, criando respostas credíveis para a necessidade sentida ao nível do ensino profissional de nível secundário no Concelho de Mafra. Tendo iniciado a sua atividade num dos edifícios mais emblemáticos de Mafra, o complexo cultural da Quinta da Raposa, em 2008 transita para
um novo edifício na Avenida Movimento das Forças Armadas, mesmo à entrada Sul da vila de Mafra, após obras de reabilitação.  A ETPM continua nos dias de hoje a responder às necessidades do concelho para este tipo de ensino e conta hoje com seis cursos de formação profissional (nível IV), obtendo também para o ano letivo 2018/2019 a autorização para a abertura de um CEF Tipo 3 (9.º ano).

Projeto Educativo

Para a ETPM, a finalidade da educação é o desenvolvimento integral da pessoa do Aluno
e de todos os membros da Comunidade Educativa. 

Inerente a esta finalidade educativa fundamental, procura a Escola atingir as metas seguintes: o reconhecimento da formação por parte dos alunos no âmbito do ensino profissional; obter a satisfação do tecido empresarial / parceiros e consolidar os índices de empregabilidade. Quanto ao primeiro objetivo pretende-se que a escola seja a primeira opção dos alunos relativamente ao ensino profissional valorizando as aprendizagens obtidas. Quanto ao segundo objetivo pretende-se consolidar a satisfação dos nossos parceiros em termos da qualidade da formação, garantindo a crescente procura na nossa escola de profissionais qualificados que respondam às necessidades do mercado de trabalho. Quanto ao terceiro objetivo pretendemos que a comunidade valorize a capacidade da escola no estreitamento de ligações ao mundo profissional através da colocação dos seus alunos no mercado de trabalho consolidando os níveis de empregabilidade. 

ScreenshotScreenshot
image

Corpo Docente

Um corpo docente jovem, dinâmico e altamente qualificado sendo mais de 95% detentores de profissionalização para o Ensino Secundário, quer nas áreas de Formação Sociocultural e Científica quer nas áreas Técnicas e Práticas, mantendo também significativas ligações direta ao mundo empresarial. Destes docentes/formadores, a maioria são detentores de Mestrados ou Pós-graduações concluídos ou em fase de conclusão.